A nossa qualidade.

O propósito assumido é de continuar a trabalhar no sentido de garantir uvas de mesa de alta qualidade produzidas em harmonia com o ambiente num rigoroso controlo de qualidade desde o campo até à mesa.

O processo de produção e embalamento das uvas é controlado segundo a exigência das boas práticas agrícolas e higiene e segurança alimentar. Ao gabinete de qualidade cabe fazer a verificação do controlo sanitário no campo (ausência de podridões, bagoinha ou desavinho dos cachos), coloração e brix (açúcares). No armazém é igualmente efectuado o controlo sanitário, verificada a coloração, o diâmetro do bago, a temperatura de expedição, a temperatura da polpa e a apresentação geral das embalagens e das paletes.

Política de Qualidade e Segurança Alimentar

O Projecto empresarial, Herdade Vale da Rosa, tem por missão a produção de uvas de mesa de alta qualidade, com elevada garantia de higiene e segurança alimentar.

Ciente das, cada vez mais exigentes solicitações de um mercado em permanente evolução e ávido de produtos novos e diferentes, a Herdade Vale da Rosa compromete-se a uma melhoria contínua do seu desempenho em matéria de Qualidade, Segurança Alimentar e Ambiente e a uma constante experimentação e desenvolvimento de novas variedades de uva.

O propósito assumido é continuar a trabalhar no sentido de inverter a desconfiança crescente dos consumidores, garantindo um bom produto, feito em harmonia com o ambiente, num rigoroso controlo de qualidade desde o campo até à mesa.

É política da Herdade Vale da Rosa:

  • A avaliação permanente de todos os processos que influenciam a qualidade, legalidade, segurança alimentar e a relação custo/qualidade;
  • O controlo rigoroso da qualidade do produto;
  • A formação contínua dos recursos humanos como forma de motivação e aumento da eficiência;
  • A criação de boas condições de trabalho para os seus funcionários;
  • A colaboração, diálogo e troca de informação com as autoridades, a comunidade científica e outros operadores do setor;
  • O cumprimento de todas as exigências legais, de todos os requisitos das normas pelas quais se encontra certificada e o respeito pelos cadernos de especificações dos Clientes;
  • E o conhecimento das necessidades do seus Clientes, em cada momento.

Para a concretização destes objetivos, é essencial o empenho e contributo de todos os Colaboradores, por forma a assegurar o mais elevado nível de Qualidade e Segurança Alimentar, desde a produção até à expedição e entrega do produto final ao Cliente.

Consciente dos desafios que a espera, diretamente decorrentes dos princípios da sua Política da Qualidade e Segurança Alimentar, a Administração da Herdade Vale da Rosa compromete-se a fazê-los cumprir fornecendo todos os equipamentos, as instalações, a formação e o acompanhamento técnico necessário a todos os Colaboradores.

Esta política é implementada, divulgada, mantida e revista periodicamente.

GLOBAL G.A.P. (Good Agricultural Practice)

Um referencial de boas práticas agrícolas, reconhecido internacionalmente e estabelecido para promover a certificação de que determinado produto agrícola é produzido de acordo com técnicas estandardizadas que garantem produtos seguros para o consumidor, um processo de produção controlado, o respeito pelo ambiente e a proteção da saúde dos trabalhadores.

Compreende um documento vasto, dividido em 15 áreas tão amplas como o planeamento, selecções varietais, localização e rotação de culturas, gestão de campos, fertilizantes, sistema de regas, protecção fito-higiénica das culturas e pós-colheita, armazenamento, gestão de resíduos, condições do trabalhador, gestão de problemas agro-alimentares ou exames do controlo de inspecção da produção.

Marks & Spencer Field to Fork

A cadeia inglesa de supermercados Marks & Spencer tem o seu próprio sistema de certificação chamado Field to Fork que visa garantir a alta qualidade dos alimentos que oferece nas suas lojas. As normas de auditoria são extensas e revisadas regularmente para assegurar que são mantidos os padrões de qualidade.

Além do símbolo da certificação, o nome de cada produtor auditado é impresso nos rótulos das embalagens e é ainda adicionada uma etiqueta extra indicando a proveniência do fruto e certificando que este é de especial interesse.

Vida Auchan

Os produtos com a designação “Vida Auchan” são a face visível de um projecto que tem como objectivo estimular a produção de bens agro-pecuários nacionais, que garantam o respeito pela segurança alimentar, pelo ambiente e pelo bem estar animal.

A comercialização destes produtos dá corpo ao conceito de Agricultura Sustentável – um modo de produção que respeita o ambiente e o bem-estar animal, com o objectivo de reduzir o impacto negativo da produção agro-pecuária no meio ambiente, satisfazendo as necessidades do presente sem comprometer o futuro.

É um processo rigoroso, constituído por várias etapas. Para cada produto é obrigatório existir uma ficha técnica, um caderno de encargos e o seu controlo por um Organismo Independente de Controlo (OIC).

BRC (Global Standard for Food Safety)

Certificação criada pela associação inglesa de comerciantes retalhistas, validada em muitos outros países europeus pela necessidade de regular o mercado retalhista para que estes sejam obrigados a garantir a segurança alimentar dos produtos desde a sua origem até ao ponto de venda. Esta certificação está dividida em 6 áreas:

*realização de um sistema HACCP
*realização de um sistema de controlo da qualidade
*políticas ambientais da empresa
*controlo do processo de produção
*controlo de pessoal

Nurture

Trata-se de um referencial que identifica os princípios e práticas que, quando cumpridas pelos produtores e embaladores de produtos hortofrutícolas, garantem que os sistemas de produção e manuseamento dos produtos são ambientalmente sustentáveis e responsáveis. O referencial estipula requisitos exigentes para a produção de acordo com um plano integrado de gestão, englobando a necessidade da protecção ambiental e da proteção e promoção de uma biodiversidade sustentável. A base do sistema diz respeito a uma política de conservação da vida selvagem e da paisagem promovida por um plano de gestão ambiental detalhado. Este referencial é de cumprimento obrigatório para todos os fornecedores da Tesco, empresa de distribuição do Reino Unido e aplica-se à produção, embalamento e comercialização de toda a uva da Herdade Vale da Rosa.

Clube de Produtores Continente

Fundado em 1998 é uma estrutura de apoio à produção agro-pecuária que partiu de um desejo de aproximação da empresa aos produtores portugueses.

Os objetivos da empresa do Clube de Produtores Continente passam, essencialmente, pela selecção e promoção nacionais de acordo com elevados padrões de qualidade e segurança nas cadeias de retalho alimentar da Sonae, prestando, para o efeito, um apoio consistente e estruturado aos seus membros e garantido, simultaneamente, uma via para o escoamento da sua produção.